Meditações Cabalísticas 

O lugar que o misticismo ocupa dentro de um judaísmo como um todo fortemente marcado pela experiência que dá um exercício de experiência. Estando sempre voltado para uma dinâmica que existe nos mundos ocultos, é aqui que o poder de nós está presente. 
Maimonides disse:   "Uma pessoa deve esvaziar a sua mente de todos os outros pensamentos e olhar para dentro de si mesma como se ela estivesse frente a uma exibição divina".
Uma meditação cabalística está desenhada para revelar uma luz interior da sabedoria.  
Busca-se sabedoria, e ela surge da capacidade que temos de clarificar uma mente. Clarificando a mente, damos espaço para os insights, e os nossos damos conta que o pensamento limitado. Entra-se, então no vazio, no estado de meditação.
A meditação é uma prática voltada para uma dinâmica dos mundos ocultos, diferente da fé ou contemplação. 
A meditação nos coloca em relação a nós, não há estado de igualdade.
Traz os processos de silêncio e vazio, com este buscamos olhar para dentro de nós mesmos, na busca da luz curadora.
"A sabedoria é encontrada a partir do nada"
Objetivo: 
Mantras e meditações pensativas exercitam uma visão enlatada, ajudando a aumentar a consciência durante o serviço, e os nossos sermões mais receptivos aos elementos espirituais.
Todas as técnicas nos levam a clarear a mente de pensamentos estranhos.
Transcender o mundo de algo para o não algo, o nada. 
A humildade é uma grande busca da meditação, pois assim como pode-se buscar uma essência interior e cultivar o nada. Quanto mais uma pessoa vive, inclusive-se uma mesma, mas seu comportamento exterior ficará marcado. 
Benefícios da Meditação: 
1. PURIFICAÇÃO
2. Aliviar o estresse
3. Tranquilizar a mente
4. Reforçar e despertar recursos ... Criatividade
5. Auto-conhecimento
6. União com o metafísico
7. Harmonia
8. Melhora a visão da vida ---- Insights
9. Melhor relacionamento consigo e maior autocontrole
10. Integração com o meio
11. Melhora dos processos regenerativos do corpo
12. Ligação com a Vontade Divina 
TÉCNICAS: 
Como três técnicas que podem ser aplicadas facilmente: visualizações, contemplação, concentração eo uso de mantras.
Há algumas técnicas mais conhecidas: Kavaná, Devekut, Projeção Astral, Mantras ...
O ato de meditar num primeiro momento, é algo muito simples, sem lugares ou posições especiais, mas apenas um momento de contemplação ou um pensamento fixo em um objetivo. Ex: arrumar o quarto. O importante não deixar uma mente vagar.
A visão do círculo como uma forma de entender o trabalho da meditação, onde vivemos freqüentemente na borda, na periferia, e no mergulho interno é uma percepção do interior deste círculo. Esta é uma forma de entender uma dimensão da realidade.
Kavaná (intenção): Este termo não aparece no Zohar, referindo-se a uma profunda concentração de pensamento, nas suas seções e sua influência, ou em outros elementos. A kavaná também pode ser considerada uma etapa da meditação, assim como o Devekut (união).
Uma projeção astral é uma contemplação meditativa em algum objeto simbólico, na qual nos transportamos para o mesmo. 
Instrumentos usados na meditação da Kabbalah: 
Nomes de D'us, Letras, Palavras, Filhos, Emanações de D'us, exercícios respiratórios, purificações e orações. Existe uma meditação sobre os Nomes Sagrados de D'us, ou sobre os mistérios do alfabeto hebraico (chochmat ha-tseruf), além de exercícios de respiração e Micvá (banhos) que são técnicas desenvolvidas.
 
TODAS AS SEGUNDAS FEIRAS VOCÊ ENCONTRA O SEU ESPAÇO DE MEDITAÇÃO NA ESCOLA DE KABBALAH!
Das 18h20-30 até às 19h40
VALOR POR AULA OU MÊS
0
0
0
s2sdefault