Tu´Be AV - o dia do Amor

Existe uma data onde as almas podem se encontrar e este dia é na Lua Cheia de Leão, mês de AV.

Neste dia a Luz é tão intensa que tudo pode ser sentido e visto, que a unificação é completa, no mês da Luz de Leão, o amor está no Ar!

 

Depois de vivermos um período do ano, tão negativo (julho e agosto) entramos num momento de transformação de nossa energia criativa e expressiva. Finalizar um ciclo em nossa vida é acolher a destruição, a finalização e limpeza de energias, emoções, ligações e relações. Mas finalizar é renovar. Não temos como fugir destes períodos, mas precisamos aprender a ir fundo, perceber o mal que existe no mundo e em nós. 

Depois de tanta energia negativa, estaremos renovando a nossa capacidade de receber luz, a partir do dia 10 de Av, o auge da energia positiva é no dia 15 de Av, conhecido como TuB´Av,  dia do AMOR, uma data do calendário Judaico, que expressa a reunião das tribos, a UNIFICAÇÃO - um dia de tremenda energia positiva.

O cosmos é energia, e toda energia esta sempre buscando o equilíbrio dinâmico, isto é a perfeição, como uma balança que esta sempre em movimento.

Ao recebermos energia podemos tomar a atitude mais sábia, sem excessos ou agressões, sem Guerra!, pois é hora de fazer a “subida”, ascensão espiritual.

O dia 15 de Av representa esta subida espiritual, um sair da escuridão, um ponto final para o momento negativo.

No calendário judaico o dia 15 é quando a lua está cheia (afinal, o calendário é lunar!). E neste dia temos diversos acontecimentos positivos que marcam a memória do Tempo, tais como:

•Termino da morte das gerações que não iriam entrar na Terra Prometida, daquelas que deixaram o Egito. 

•Permissão para que houvessem casamentos entre as tribos de Israel , isto por que haviam leis de partilha e a mistura desorganizaria a mesma. 

•A tribo de Benjamim (Biniamin) é autorizada a voltar para a comunidade. Esta tribo representa o sétimo mês, mês de Libra, do casamento, do amor, da sociedade. 

•Abertura das estrada de Jerusalém. 

Cabalisticamente o dia 15 de Av tem a mesma importância do Yom Kippur, por sua energia tão positiva!

Este é o dia em que podemos sair de nossas tempestades emocionais para viver D'us  plenamente. 

Todo o dia 15 é quando a Lua recebe toda a luz do sol, o que dentro da cabala reflete a nossa capacidade de estar abertos para receber a luz. A Lua é a representação de Malchuth/Yesod e o sol de Zeir Anpin, a estrutura completa. È neste dia que podemos abrir a nossa consciência para uma consciência de paz e liberdade, a consciência Messiânica. Assim como Malchuth/Yesod é a representação da Mulher e Zeir Anpin é a representação do Homem, neste dia existe o encontro destas forças, o que proporciona encontros com a nossa alma gêmea.

 

 

0
0
0
s2sdefault