CHANUKÁ 5778 - 2017

Chanuká é conhecida como a festa das luzes, uma festa de velas, de fogo. O fogo das velas de chanuká consiste em dois poderes: o poder de queimar, e no poder de iluminar.

Nos dias de Chanuká, os Chashmonaim (makabeus) usaram ambos estes poderes. Fogo para queimar e erradicar a impureza dos gregos, e o fogo da Tora para iluminar o Beit Hamikdash (o Templo Santo) uma vez restaurado. 

Veja as datas:

Inicio dia: 12 de dezembro 

 Sabedoria da Cabala vem explorando o invisível – as causas ocultas por trás dos eventos que têm ocorrido em nosso universo.

Essa exploração inclui os feriados judaicos. 

De acordo com a Cabala, os feriados não são meras tradições ou celebrações anuais.

São dias com energias específicas na agenda cósmica do plano espiritual. 

O cultivo de oliveiras para a extração do azeite, data da Síria Antiga sendo explorado pelos povos egípcios e armênios. Na Grécia Antiga, a oliveira tinha grande importância, e, em algumas passagens mitológicas, menciona-se a oliveira e sua criação.  

 Shalom, 

para a kabbalah os acontecimentos dentro do calendário judaico são marcados por acontecimentos cósmicos, como um calendário que mostra nosso ciclo interno, o ciclo da alma. Cada festa é um portal, uma oportunidade de nos conectarmos com a LUZ!

Estamos entrando no dia 25 de Kislev, pelo calendário cabalístico/judaico, nono mês do ciclo lunar e iniciamos as comemorações da festa de Chanuka.